#aroundtheworld

Survival English

Survival English #5 – Aprenda a “se virar” – Como Pedir Informações em Viagens

survival 5 directions

🇧🇷 Getting lost (ficar perdido) is the worst! (é a pior coisa ever!). Quanto mais tempo você fica perdido, mais a sua própria respiração começa a te irritar. Graças à avanços tecnológicos, hoje em dia temos o GPS (Global Positioning System) que “comes in handy” (é bem útil) quando “we have no clue” (não temos a mínima ideia) de onde estamos ou para onde vamos. Mas e se você estiver no exterior, sem telefone, e tiver que perdir informações “the old school way” (pelo método tradicional do boca-a-boca)?

Então se você ainda não assistiu ao vídeo “INGLÊS PARA SOBREVIVÊNCIA: COMO PEDIR INFORMAÇÕES EM VIAGENS | Survival English #5,” não perca! E pra você que já assistiu, aqui segue uma “recap” (recapitulação) do vocabulário e das “key sentences” (frases coringa) que a Carina ensina, reacheada de outras dicas e vocabulários.

 

Basic Vocabulary – Vocabulário Básico

-Hi, can you help me? (Oi, você pode me ajudar?)

-Excuse me, could you help me? (Com licença, você poderia me ajudar?)

-Hi, I’m lost… can you help me? (Oi, eu estou perdido… você poderia me ajudar?)

-Sorry to bother you, but… (Desculpe te incomodar, mas…)

-I’m looking for a good restaurant nearby. Do you have any suggestions? Can you recommend a place? (Eu estou procurando um bom restaurante aqui por perto. Você tem alguma sugestão? Poderia me recomendar algum lugar?

– I’m trying to find the subway station. ( Estou tentando encontrar a estação do metrô.)

-I would like to go to ______. (Eu gostaria de ir à / ao _____.)

Chinatown / the MET Museum / Times Square.

-How do I get to______? (Como eu chego à / ao ______?)

The Statue of Liberty / a subway station / the nearest subway station

-Which subway line should I take to get to the Statue of Liberty?

-If you go that way, you’ll see a map. You can look on-line. (Se você for por ali, você verá uma mapa. Você pode procurar on-line.)

*Cultural Tip: Nova Iorquinos usam o termo “subway” para se referirem ao sistema do metrô, mas para se referirem aos “carros/vagões”, ao trem em si, eles dizem “train” e não “subway.” Ou seja, se você escutar alguém dizendo “subway,” a pessoa provavelmente não é de NYC. Nova Iorquinos também usam o termo “metro” para se referirem ao sistema de trem “Metro-North” que liga o Norte do Estado de Nova Iorque e o estado de Nova Jersey à Manhattan.

*Travel Tip: Quando for a cidade de Nova York por mais de uma semana, compre o Metrocard. Vale muito a pena porque você pode entrar e sair do metrô quantas vezes quiser, sem se preocupar em ficar comprando inúmeros tickets, pagando apenas a flat rate do cartão semanal (cerca de $32), o que “comes in handy” (é muito útil) principalmente se você estiver perdido. Se sua estadia for maior que um mês, compre o cartão mensal! (Observação: Fique atento ao horário dos trens porque de fim de semana e feriado eles mudam).

 

-Can you help me find______? (Pode me ajudar a encontrar_____?)

The Dream hotel / an ATM (O Hotel “Dream” / um caixa eletrônico)

-Where is Central Park? (Onde é o “Central Park”?)

-Do you know where Central Park is? (Você sabe onde fica o “Central Park”?)

-I’m looking for Central Park. Can you help me? (Estou procurando o “Central Park.” Pode me ajudar?)

-Can you point me in the right direction? (Você pode me apontar pra direção correta?)

-Where am I on this map? (Onde é que estou nesse mapa?)

-Is there a/an______? (Há um/uma____?)

-Is there a post office around here/nearby/ in this area? (Tem algum post office por aqui/ nessa área?)

-Is there an ATM around here? (here – in this mall) (Tem um caixa eletrônico por aqui?)

-Are there any good restaurants around here? (Tem restaurantes bons por aqui?)

-What do you have a taste for? = what kind of food do you want? (Tá afim de comer o quê?)

*Outra maneira de dizer “Tá afim de comer o quê?” é “What do you feel like eating?”

-What are you in the mood for? I’m looking for a buffet (Tá afim de comer o quê? / Tô procurando um buffet.)

-What type of food do you want? (Que tipo de comida você quer?)

-Where can I find a bookstore? (Onde posso encontrar uma livraria?)

-Where can I find a cheap restaurant? (Onde posso encontrar um restaurante barato?)

-Is it far? (É longe?)

-Can I go there on foot? / Is it within walking distance? / Can I walk there? (Posso ir a pé? / Dá pra ir andando?)

-Should I take the subway? (Será que é melhor eu pegar o metrô?)

*Cultural Note: Para Americanos dizer “por favor,” “com licença,” e “obrigado” é fundamental. Inclusive, quando você recebe presentes, principalmente por ocasião de casamento, nascimento de bebê, aniversário, e etc é sempre de bom tom enviar um “thank you note” à pessoa quem te presenteou, ainda mais se a pessoa não é teu esposo (a) / namorado (a), pai / mãe / irmão, ou outra pessoa muito próxima.

 

Então não se esqueça de dizer:

Thank you, have a nice day. (Obrigada, tenha um ótimo dia.)

Thanks so much! I appreciate it / your help. (Muitíssimo obrigada pela sua ajuda.)

 

*Accommodation Tip: Se seu orçamento para sua viagem à NYC estiver apertado, um lugar interessante de cortar custos seria no quesito hospedagem. Existem muitos albergues em Nova Iorque em que a diária é muito menor do que a de um hotel normal. Procure no Google “Hostels in NYC” e aparecerão muitas opções. O que eu mais gostei foi o “Broadway Hotel & Hostel” (www.broadwayhotelnyc.com). Uma outra opção é o www.couchsurfing.com, um website em que pessoas se cadastram e permitem que você fique hospedado gratuitamente em suas casas – Os anfitriões são verificados pelo website, conheço gente que já fez couchsurfing e foi OK, mas eu particularmente nunca fiz. E outra opção interessante é o www.airbnb.com, principalmente se você estiver em grupo, com família. É só acessar o site do Airbnb que você verá muitas opções de casas e apartamentos para alugar em diferentes locais dos Estados Unidos.

 

            *NYC Activity Tips:

  • Compre o City Pass! Ele vai tornar alguns dos seus passeios mais rápidos e mais baratos (citypass.com) pois você evita filas longas e com o pass o valor das entradas é um pouco mais baixo – Comprei pra Chicago e valeu muito a pena!
  • Assista a um show da Broadway (The Phantom of the Opera é uma boa pra quem não fala inglês – eu chorei);
  • Tem um show que eu ainda não fui (custa uns 100 dólares), mas parece ser uma experiência única, chamado Sleep No More. Tem que comprar tickets antecipadamente. https://mckittrickhotel.com/sleep-no-more/;
  • Visite o Natural History Museum (tem vários outros museus em NYC também, mas o NHM é o máximo e meu favorito!);
  • Vá ao Central Park (óbvio!!!);
  • Empire State Building;
  • Statue of Liberty;
  • Vá a West Village – Lá fica a praça onde foi gravada a abertura da série Friends e o exterior dos predinhos em que Monica, Rachel, Phoebe, Chandler, Joe, and Ross moravam, e tem um restaurante brasileiro chamado CASA cuja a coxinha é awesome!);
  • Coma na Cheesecake Factory (um dos meus restaurantes favoritos dos US, tem um dos maiores cardápios ever!! – PS: meu cheesecake favorito é o Snickers);
  • Passeie na Times Square e tenha dinheiro trocado na carteira porque tem muito artista legal na Times Square que só aceita “cash” (dinheiro em espécie) pelos trabalhos;
  • Vá ao NY Zoo;
  • Visite o Porto do Hudson River ;
  • Vá a um jazz/blues bar
  • Se seu inglês é legal, vá a um comedy club – Stand-up Americano é muito engraçado e uma oportunidade de praticar seu listening and cultural understanding or realize the lack of thereof!
  • E visite https://www.events12.com/newyork para visualizar o calendário de eventos da cidade de Nova Iorque na época da sua viagem e lembre-se que existem muitos eventos gratuitos oferecidos como, por exemplo, shows no Central Park.

 

*Foodie Tip: Dependendo de quanto tempo você vai ficar em NYC, pode ser que role uma saudade da comidinha brasisleira, alguns restaurantes que eu gostei em Nova Iorque foram o Berimbau (www.berimbaunyc.com) e o Casa (www.casarestaurant.com).

 

Giving Directions – Dando Direções

 

-The easiest/quickest way is … (O caminho mais fácil/ mais rápido é ….)

-The easiest way to get there is … (O caminho mais fácil pra chegar lá é ….)

-Walk down/walk straight down (Desce/Desce reto)

-Walk straight down Oxford Street until you find a store called Primark. (Desce a rua Oxford reto até você encontrar uma loja chamada Primark.)

Walk down the 5th avenue and then… (Desce a 5ª Avenida e aí …)

 

Go + direction – Verbo “ir” + Direção

-Down (the slope or just walk) – different people can call it down or up. (Desce  – a ladeira or caminhe por ela – pessoa diferentes podem dizer desça ou suba, eles querem dizer “passe por cima/ vá pela ladeira” ou simplesmente vá reto)

-Up (the hill, the stairs or just walk) (Suba  – a ladeira/o morro or caminhe por ela (e) – eles querem dizer “passe por cima/ vá pela ladeira/morro ou vá reto)

– A reference to where the downtown is can be used. (Referência à “downtown,” o centro da cidade pode ser usada.)

-Through (the tunnel, the park) (Pelo – túnel, parque)

-Around – there’s a fountain at a square, and you’ll see. Go around the park (if you don’t want to enter the park) (Em volta/dê a volta – haverá uma fonte de água em uma praça, você vai ver. Dá a volta no parque, se você não quiser entrar no parque.)

-Walk around – just walk with no directions (Caminhe por aí – apenas caminhe sem rumo)

-Over – (the bridge – use the overpass to go over main street) (Por cima – da ponte, use a passarela para passer por cima da rua principal)

-Under (the bridge, the overpass) (Por baixo – da ponte, da passarela)

-Right (Direita)

-Left (Esquerda)

-Take a right (Vire à direita)

-Take a left (Vire à esquerda)

-Turn right/ Turn Left (Vire à direita/ Vire à esquerda)

*Note: Em inglês você também pode dizer “vire à direita” ou “vire à esquerda” falando “make a right at” ou “make a left at.”

            -Make a right at the light (Vire à direita no sinal.)

-Make a left at the corner (Vire à esquerda na esquina.)

 

-Head to (Vá em direção à (ao))

-Head to Hudson Theater and you’ll see the hotel on the left. (Vá em direção ao Hudson Theater e você verá um hotel à esquerda.)

-Head toward = go that way/ go straight (Vá em direção à/ao = Vá àquela direção/vá reto)

-When you get to the theater, continue down the block until you get to the drug store. (Quando você chegar ao teatro, continue descendo o quarteirão até você chegar à farmácia.)

Keep going. (Continue seguindo.)

Follow the river. (Siga o rio.)

 

Preposições de lugar:

-Next to – (usually directly beside) (Perto de (o/a) – geralmente quer dizer “do lado de (o/a))

-Near (in that area) (Próximo à uma certa área/lugar)

-Beside (Ao lado)

-Between (Entre dois lugares/coisas/pessoas)

-In front of (Em frente de (o/a))

-Across from (on the other side of a road, river,) (Do outro lado do (a))

-Behind (Atrás)

-On the corner (Na esquina/No canto)

-At the intersection where you see a statue and then take a left. (No cruzamento onde você ver a estátua e então vire à esquerda.)

Outros vocabulários:

-Intersection (Cruzamento)

Crosswalk (Faixa de pedestre)

-Traffic Light or Light (Semáforo)

-Sidewalk (Calçada)

Curb (Guia da calçada)

Gutter (Sarjeta)

Bus Stop (Ponto de ônibus)

-Escalator (Escada rolante)

Step (Degrau)

-Ride or Lift (Carona)

Carpool (Carona em grupo – Tipo quando você e seus amigos vão pra algum lugar no mesmo carro. Por exemplo: We are carpooling to work  (Estamos indo pro trabalho de carona/juntos no mesmo carro)

*Note: Só dê direções se você realmente souber.

-I’m sorry, I am not from here. (Desculpe-me, mas não sou daqui)

-Sorry, I don’t know. (Desculpe-me, não sei dizer.)

-Sorry, I can’t help you. (Desculpe-me, não consigo ajudar.)

 

*Fun fact: Dentre outras cidades, Miami e NYC tem um sistema de ruas numeradas, isto é, as cidades são dividas em norte, sul, leste, oeste, e regiões Nodeste (NE), Noroeste (NW), Sudeste (SE), e Sudoeste (SW), e assim, as ruas recebem nomes como NE 13th Ave (avenue), SW 15th St (street), 5th Ave, etc. A parte legal é que é mais fácil navegar porque se você está descendo uma aveninda e já passou pela rua 13 e 14 (ruas são paralelas à avenidas), você sabe que a próxima é a 15!

 

*Cultural Note: Os Estados Unidos é dividido em estados e cidades como no Brasil, mas diferente do Brasil, cidades são agrupadas em divisões político-administrativas chamadas de “counties” (condados). A Flórida, por exemplo, tem 67 counties, sendo Palm Beach, Broward, and Miami-Dade, conhecidos como “Florida’s tri-county region,” uns dos mais famosos por constituírem a região da Flórida conhecida como “South Florida,” ou “Florida Gold Coast,” onde situam-se as Cidades de West Palm Beach, Fort Lauderdale, e Miami.

 

Youtube Comments, Questions, and Notes

Go Ahead – Significa “Vá em frente” mas não em um sentido de direção e sim em um sentido de “prossiga com o que você está dizendo” ou em um sentido desafiando a atitude da pessoa que está te ameaçando com alguma coisa.

Exemplo1: – “Can I ask you a question?” (Posso te fazer uma pergunta?)

  • “Go ahead” (Pode perguntar/ Falar/ Prossiga)

Exemplo2: – “So you think I’m not going to tell them what you did?” (Então você acha que não vou contar pra eles o que você fez?)

……e se você não se importa ou acha que a pessoa está blefando você pode dizer

– “Go ahead!”  (Vá em frente)

Outra expressão possível é “Be my guest” que nesse contexto significa a mesma coisa.

 

Em parceria com a Carina Fragozo, o @meninaviajei recapitula os episódios do Survival English e respondende às perguntas de vocês. Caso tenham outras perguntas podem mandar DMs para www.instagram.com/meninaviajei e sigam o meninaviajei no Instagram para receberem os updates do meninaviajei.com e do canal no www.youtube.com/meninaviajei que compartilha a vida de uma estudante Brasileira nos Estados Unidos, dicas de inglês aprendido em imersão, dicas de intercâmbio, viagens, e textinhos.

 

Survival English

Survival English #4 – Aprenda a “se virar” – INGLÊS NO MÉDICO

Sick Traveler

🇧🇷 Ficar doente is no fun (não é divertido) e nunca sabemos quando vai acontecer, principalmente quando viajamos e nos encontramos em um ambiente completamente novo, com comidas novas, germes, e parasitas com os quais os nossos corpos talvez nunca tiveram contato. Tudo que podemos fazer é nos previnir mantendo nossas vaccines (vacinas) up-to-date (atualizadas) e uma alimentação saudável e balanceada, às vezes suplementada por algumas vitaminas to boost (para levantar/reforçar) nosso immune system (sistema imunológico). Mas mesmo assim, acontece! E se acontecer fora do Brasil??? Oh well, bora aprender então alguns vocabulários, frases, e nomes de remédios que podem literally (literalmente) save your sick ass (salvar você) and some money (e poupar o seu dinheiro)!

Então se você ainda não assistiu ao vídeo “INGLÊS NO MÉDICO: SINTOMAS, DOENÇAS E FARMÁCIA | Survival English #4,” não perca! E pra você que já assistiu, aqui segue uma “recap” (recapitulação) do vocabulário e das “key sentences” (frases coringa) que a Carina ensina, reacheada de outras dicas e vocabulários.

 

Basic Vocabulary – Vocabulário Básico

– Pharmacy / drugstore – Farmácia

– Hospital – Hospital

– Doctor – Médico

– Nurse – Enfermeiro (a)

– Pharmacist – Farmacêutico

– Can I talk to the pharmacist? (Posso falar com o farmacêutico?)

– Cadeira de rodas – Wheelchair (Please, I need a wheelchair. /Por favor, eu preciso de uma cadeira de rodas)

– Ambulance (We need an ambulance. / Precisamos de uma ambulância.)

*Cultural Tip: Outra maneira de dizer “médico” em inglês é “physician” e, nos Estados Unidos, existem duas categorias de médico: o M.D. (Medical Doctor, que pratica medicina alopática, que é o mesmo tipo de formação que as escolas de medicina dão no Brasil, por isso TV shows como o Dr. House, chama House M.D.), mas também existe o D.O. (Doctor of Osteopathic Medicine, que na teoria pratica medicina com uma abordagem osteopática, o que a grosso modo significa com menos remédio e mais terapia). Mas hoje em dia não há mais muita diferença na atuação porque muitos alunos que se formam D.O.s acabam fazendo residência em programas M.D. e acabam atuando dentro da abordagem da medicina alopática (convencional). Além de médicos é importante notar que registered nurses (enfermeiras padrão) e physician assistants (assistentes médicos) são licenciados para dar certas precrições médicas e para atuar em certos procedimentos, sem a necessidade da autorização de um M.D. ou um D.O.

*Cultural Difference: Nos Estados Unidos, quando admitido (a) ao ER (emergency room/ pronto-socorro) você não será atendido (a) diretamente por um médico, com excessão de você ter sofrido algum “trauma” (acidente grave). Você será “screened” (avaliado) pelo time de nurses e, dependendo do seu problema, pode ser que você nem chegue a se consultar com um physician, apenas com o physician assitant, que é um tipo de profissão médica que recebe um treinamento mais curto (bacharelado mais 2 anos na escola de medicina, em contraposição com o médico que tem um bacharelado e 4 anos na escola de medicina, mais 3 ou mais naos de residência) e pode atuar na medicina sob a supervisão de um médico. Por exemplo, physician assistants podem fazer exames de “pap smear” (papa-nicolau), dar precrições para tratar “colds”(resfriados), “yeast infections” (candidíase) e dar assistência ao médico em uma cirurgia, mas não são licenciados para fazerem uma cirurgia autonomamente.

*Note: Para ser médico nos EUA, você precisa ter um bacharelado em qualquer área, mas normalmente candidatos à escola de medicina cursam química ou biologia porque preciam ter algumas aulas dessas matérias no currículo, precisam então passar no MCAT (Medical College Admission Test), ter experiência de trabalho na área médica, por exemplo trabalho voluntário em um hospital, dentre outras atividades extra-curriculares não relacionadas à medicina, por exemplo praticar dança, tocar em uma banda, estudar línguas, ter feito intercâmbio, etc, além de ter tido notas excepcionais durante o ensino médio e a faculdade. Depois de construir seu currículo (CV) o candidato passará pelo processo de “application” que inclui um essay (uma redação), muitos formulários, a entrega do seu CV e, se selecionado, passará por uma entrevista com a faculdade em questão. Se passar a entrevista o candidato precisa garantir que tem os “funds” (fundos) necessários para pagar a faculdade porque, a não ser que ele (a) tenha uma scholarship (bolsa de estudos), não existe faculdade gratuita nos Estados Unidos. Então se você acha que entrar direto do ensino médio na medicina da USP é difícil? Think again! E aqui não existe clínico geral como no Brasil (médicos que não cursaram residência). Aqui os “clínicos gerais” cursam a residência de “Primary Care” ou “Internal Medicine” e, por isso, você nunca verá médicos com menos de 26 anos atuando em nenhum hospital ou clínica.

Medication – Remédios

I’ve been prescribed medication from the doctor. – O medico me receitou remédio

Medicine – Any drug or remedy for use in treating, preventing, or alleviating the symptoms of disease (qualquer droga usada para o tratamento, prevenção, ou alívio dos sintomas de uma doença), ou “Medicina”, a profissão em si.

Drug (bem comum) – I got some drugs from the doctor. (Eu recebi alguns medicamentos do médico)

Pills – Comprimidos

The doctor gave me some pills for my heart. (O médico me receitou comprimidos para meu coração)

I need a pill for my headache. (Eu preciso de um comprimido pra dor de cabeça)

– The pill – Pílula anticoncepcional

I’m on the pill – Estou tomando anticoncepcional

*Fun Fact: A pílula anticoncepcional também é chamada de “birth control”.

– Tablets –  Comprimidos de formato chatinho, tipo o Dipirona no Brasil, ou AS.

– Capsule – Cápsula

– Shot – Injeção ou Vacina

I’m going to give you a prescription. (Vou te dar uma prescrição/receita)

– Sickness / Illness – Doença (qualquer que seja ela)

I have diabetes. (Eu tenho diabetes).

I feel under the weather (Eu estou me sentindo mal)

– Disease – Doença (diferente de sickness esse termo é usado para doenças mais perigosas ou contagiosas, por exemplo, cancer, heart disease (doenção do coração), measles (sarampo), etc.

– Injury – Ferimento

I broke my leg. (Eu quebrei a perna).

– Disorder – Doença (diferente de illness, sickness, and disease, disorder comumente se refere a doenças mentais ou o mal funcionamento de alguma parte do corpo, por exemplo, esquisofrenia, eating disorder (anorexia, bulemia), speech disorder (problema de fala),

 

Seeing the Doctor – Visitando o Médico

 

I need to see the doctor. (Eu preciso ver o médico/ ir ao médico)

– To make an appointment (with the doctor) (Marcar uma consulta (com o medico)).

– Health insurance plan – Plano de saúde/ Convênio

*Tip: Nos EUA qualquer visita ao médico (Urgent Care, Hospital), principalmente ao ER (pronto socorro), é extretamente cara.  Não existe atendimento gratuito. Consultas custam em torno de 250-300 dólares, exames em torno de 100-200 dólares, antibióticos pode custar entre 80  e 100 dólares, partos são cerca de 40 mil dólares, e assim vai. Por isso, o governo Americano exige que todos os intercambistas, estudantes, e trabalhadores estrangeiros tenham plano de saúde. Se você está vindo apenas de férias, eu recomendo que você faça um seguro viagem, principalmente se sua estadia for maior que uma semana. Um seguro viagem pode te custar de 300 a 600 reais, mas uma estadia em um hospital Americano pode te custar mais de 1,000 dólares, só para tomar soro, por exemplo.

To get a prescription (Pegar a receita médica)

To take your prescription to a pharmacy (Levar sua receita na farmácia)

Dosage/ dose (twice a day / two pills after main meals) (Dosagem/ dose – 2 vezes ao dia/ 2 comprimidos após as refeições principais).

 

Describing your Symptoms – Descrevendo seus sintomas

– I have a fever. (Eu estou com febre)

– I’m feverish. (Eu estou febril)

– I’m sick. (Estou enjoada/ Estou doente – de maneira geral – para ser específico em dizer que está enjoado diga “I’m nauseous”)

– I feel like vomiting. (Estou com vontade de vomitar)

– I’m going to throw up. (Eu vou vomitar)

*Fun fact: Outras de maneiras, dentre muitas mais, de dizer que você vai vomitar são:

  • To Barf
  • To Puke
  • To Regurgitate
  • To Cough up your cookies
  • To Feed the fish (es)
  • To Ralph
  • To Urp
  • To Heave up Jonah

– I’m feeling weak (Estou sentindo fraqueza).

– I feel weak now. / I’m weak now. (Estou com fraqueza)

– I’m dizzy. / I’m feeling dizzy. (Estou com tontura)

– I have a bad cough. (Estou com uma tosse forte)

– I can’t stop coughing. (Não consigo parar de tossir)

– I have a runny nose. (Meu nariz está escorrendo)

My nose is running. (Meu nariz está escorrendo)

I have a stuffy nose. (Meu nariz está entupido/ congestionado)

– My neck is stiff. (Meu pescoço está duro/ torcicolo)

– I have a stiff neck. (Estou com torcicolo)

– I have sprained my ankle. (Torci o tornozelo)

– I have a sprained ankle. (Meu tornozelo está torcido)

– Cramps – Cólicas / Cãimbras

I’m on my period – Estou menstruada.

– Flu – Gripe

– Sore throat – Dor de garganta

Pain vs Ache vs Hurt

– Pain e Ache são geralmente usados como substantivo e significam “dor”, mas com uma pequena diferença de significado.

– Pain – Geralmente é usado para designar uma dor mais intensa, difícil de ignorar.

– Yesterday I felt a terrible pain in my stomach. They discovered it was appendicitis. (Ontem eu senti uma dor horrível na minha barriga. Eles descobriram que era apendicite).

*Note: A palavra “stomach”quer dizer estômago, mas também é usada para se referir a sua belly (barriga) de maneira geral. Uma barriga reta/de prancha é uma flat belly/stomach.

– Ache – desconforto menos intenso que pain, pode durar mais que uma pain. Aquela dorzinha chata que fica lá, sabe? Você nunca diz “I have an ache in my leg”, mas sim “I have a pain in my leg”. Mas você pode dizer que depois de correr “My legs started to ache” (Minhas pernas começaram a doer).

-Stomach ache, toothache, earache, backache – Dor de estômago, dor de dente, dor de ouvido, dor nas costas.

– Headache – Dor de cabeça

– I have a terrible backache. (Estou com uma dor nas costa terrível)

– Hurt: (verb) – machucar/ doer – pode ser verbo ou adjetivo

A causa da dor geralmente terá um fator externo envolvido (não é algo interno como pain e ache). Bater o pé, bater a cabeça.

-I hurt my foot. (Eu machuquei meu pé)

– I hurt my head. (Machuquei minha cabeça)

– My head hurts (Minha cabeça está doendo)

*Note: Neste caso pode ser por causa de uma dor de cabeça (headache) ou porque você bateu a cabeça

– My stomach hurts. / My tummy hurts (Minha barriga dói)

*Note: Tummy é uma maneira infantil de se referir à barriga.

– My back hurts. (Minhas costas doem)

– I have hurt my back. (Eu machuquei minhas costas)

– He was badly hurt in the car crash. (Ele foi seriamente ferido no acidente).

 

Over the Counter Medication (OTC) – Remédios que você pode comprar sem prescrição

 

Tylenol – Usado para headache e outras dores ou febre.

– Do you have Tylenol? (Você tem Tylenol?)

– Advil or Alieve – São remédios para dor de cabeça

– I have a headache. (Eu estou com dor de cabeça)

– I need some advil. (Eu preciso de Advil)

– Do you have any advil? (Você tem Advil?)

– Headaches, cramps (Dores de cabeça, cólicas)

Aspirin – Aspirina

Pepto bismol – Remédio para diarréia (diarrhea) e mal estar estomacal.

Imodium – Remédio para diarréia (diarrhea)

I need some imodium. (Eu preciso de Imodium)

– Do you have imodium? (Você tem Imodium)

 

Youtube Comments, Questions, and Notes

Remédio Tarja Preta – Controlled Medicine/Drug

High Blood Pressure – Pressão alta

The runs – Maneira nojenta de dizer diarréia

Xanax – Mesma coisa que alprazolam. É um calmante

Walk-in – Pessoa que chega para o atendimento de um serviço sem agendamento prévio.

Preciso de um Nebulizador – I need a nebulizer

Sneeze – Espirro

Itch – Coceira

Rash – erupção cultânea (tipo quando temos alergia)

Strep Throat/ Tonsilitsis – Amidalite

Pink eye – Conjuntivite

 

Em parceria com a Carina Fragozo, o time do @meninaviajei estará recapitulando os episódios do Survival English e respondendo às perguntas de vocês. Caso tenham outras perguntas podem mandar e-mail para meninaviajei@gmail.com e sigam o meninaviajei no Instagram para receberem os updates do meninaviajei.com e do canal no www.youtube.com/meninaviajei que divide os altos e baixos e as curiosidades da vida de uma estudante brasileira nos Estados Unidos, dando dicas sobre o que esperar e o que fazer quando já estiver aqui.

Living Abroad

The Mystery That Is The Jack-o-Lantern

jack-o-lantern

🇺🇸 And here’s a little piece, written by The History Channel, on the carved pumpkins that we see all over the place around Halloween.

 

HISTORY OF THE JACK O’ LANTERN

Every October, carved pumpkins peer out from porches and doorsteps in the United States and other parts of the world.Gourd-like orange fruits inscribed with ghoulish faces and illuminated by candles are a sure sign of the Halloween season. The practice of decorating “jack-o’-lanterns”—the name comes from an Irish folktale about a man named Stingy Jack—originated in Ireland, where large turnips and potatoes served as an early canvas. Irish immigrants brought the tradition to America, home of the pumpkin, and it became an integral part of Halloween festivities.

People have been making jack-o’-lanterns at Halloween for centuries. The practice originated from an Irish myth about a man nicknamed “Stingy Jack.” According to the story, Stingy Jack invited the Devil to have a drink with him. True to his name, Stingy Jack didn’t want to pay for his drink, so he convinced the Devil to turn himself into a coin that Jack could use to buy their drinks. Once the Devil did so, Jack decided to keep the money and put it into his pocket next to a silver cross, which prevented the Devil from changing back into his original form. Jack eventually freed the Devil, under the condition that he would not bother Jack for one year and that, should Jack die, he would not claim his soul. The next year, Jack again tricked the Devil into climbing into a tree to pick a piece of fruit. While he was up in the tree, Jack carved a sign of the cross into the tree’s bark so that the Devil could not come down until the Devil promised Jack not to bother him for ten more years.

Soon after, Jack died. As the legend goes, God would not allow such an unsavory figure into heaven. The Devil, upset by the trick Jack had played on him and keeping his word not to claim his soul, would not allow Jack into hell. He sent Jack off into the dark night with only a burning coal to light his way. Jack put the coal into a carved-out turnip and has been roaming the Earth with ever since. The Irish began to refer to this ghostly figure as “Jack of the Lantern,” and then, simply “Jack O’Lantern.”

In Ireland and Scotland, people began to make their own versions of Jack’s lanterns by carving scary faces into turnips or potatoes and placing them into windows or near doors to frighten away Stingy Jack and other wandering evil spirits. In England, large beets are used. Immigrants from these countries brought the jack o’lantern tradition with them when they came to the United States. They soon found that pumpkins, a fruit native to America, make perfect jack-o’-lanterns.

SOURCE: http://www.history.com/topics/halloween/jack-olantern-history