#survivalenglish

Survival English

Survival English #7 – Aprenda a “se virar” – Inglês pra compras – Não Diga I want to parcel

Shopping (compras) é uma prazeroza e quase que inevitável consequência de qualquer viagem! Seja comida, souvenirs (lembrancinhas), ou roupas e acessórios, enquanto nos reenergizamos, aproveitamos para fazer aquela “retail therapy” (expressão do inglês que quer dizer “fazer compras para se sentir mais feliz, literalmente “terapia de varejo”) que não tem igual! Hoje, um dos lugares mais populares para se fazer compras é os Estados Unidos. Existem, inclusive, serviços de consultoria de compras para brasileiros, que supostamente levam seus clientes nos melhores pontos de compras, com sugestão de itens essênciais e preços imbatíveis. Mas se um personal shopper (um assistente de compras) ainda não cabe no seu orçamento e ainda por cima você não fala inglês fluentemente, não se desespere que o @meninaviajei e o English in Brazil estão na área “to give you just the hand you need!” (pra te dar exatamente a mão que você precisa!)

Então se você ainda não assistiu ao vídeo “NÃO DIGA I WANT TO PARCEL | Survival English #7,” não perca! E pra você que já assistiu, aqui segue uma “recap” (recapitulação) do vocabulário e das “key sentences” (frases coringa) que a Carina ensina, reacheada de outras dicas e vocabulários.

Basic Vocabulary – Vocabulário Básico

Shopping – Compras

To go shopping – Fazer compras

I’m going shopping – Eu estou indo fazer compras / Eu estou indo às compras

She’s going shopping – Ela está indo fazer compras / Ela está indo às compras

 

Note: Você pode tanto fazer compras no centro da cidade “in the city center” (centro comercial que normalmente fica em “downtown”) ou você poder ir ao shopping, que apesar de ser uma palavra do inglês, em inglês “shopping” é chamado de “Shopping mall” or “mall”.

Exemplos:

I’m going to the mall – Eu estou indo ao shopping

They’re going to the mall – Eles estão indo ao shopping

                                                                                                

Flea markets – Feirinhas

Farmers’ markets – Feira de frutas e vegetais

Thrift shops – Bazares

Garage sales – O nome que se dá para a venda de produtos usados na garagem da casa de alguém

Pawn shops – Loja de penhores

Strip malls – Uma versão menor de um shopping mall que normalmente se localizam na beira das ruas e avenidas nos Estados Unidos

Brand New – Novo em folha

Second-hand – Usado

Used – Usado

Hand-me-down – Doado (que pertencia a outra pessoa)

ShoppingComprando

Salesperson – Vendedor (a))

– Welcome! How may I help you? – Bem-vindo (a)! Como posso ajudá-lo (a))

– Are you looking for anything specific? – Está procurando por algo específico?

No, Thank you. I’m just browsing or I’m just looking. – Não obrigada. Estou apenas olhando.

– Do you have it in a different color? – Você tem outra cor?

– Do you have it in a different size/ smaller size/ bigger size? – Você tem em outro tamanho/ tamanho menor/ tamanho maior?

– PP – Extra Small (XS)

– P – Small (S)

– M – Medium (M)

– G – Large (L)

– GG – Extra Large (XL)

Note: Se o “large” não for suficiente, também existem tamanhos ainda maiores como 2XL, 3XL, etc. Tamanhos também podem ser dado em números, mas só provando pra saber porque variam de marca pra marca.

Do you have it in stock?

Let me check it in the back – Que significa que ela vai olhar nos fundos da loja / no estoque). – Sorry! we’re out (of stock) – Desculpe, não temos mais no estoque.

How much is it? – Quanto custa?

 

Fun Fact: Nos Estados Unidos existem as categorias de tamanho Tall (que são roupas mais compridas para pessoas altas) e Petit (que são roupas mais curtas para pessoas baixas). Você também poderá se deparar com termos como Classic Fit, normalmente se referindo a camisas e camisetas com caimento tradicional, mais “soltinho”, ou ainda, Slim fit, camisas e camisetas mais “justinhas”, “rente ao corpo”.

 

Cultural Tip: Lojas muitas vezes oferecem de mandar um item que eles não tem disponível no local em que você está, mas está disponível em outra filial. Neste caso, o cashier (caixa) pode te oferecer “Would you like us to ship it to your house?” (Gostaria que enviássemos pra sua casa?). Se você está apenas “turistando” eu não aconselho aceitar essa proposta, pois muitos hotéis se recusam a receber packages (encomendas/pacotes) para hóspedes. Mas não só de brick and mortar (lojas de físicas) vivem os compradores do século XXI! Uma opção muito comum e muito segura de se fazer compras online nos Estados Unidos é o Amazon.com. Além de ser um site confiável, ele oferece a opção de entrega em um de seus lockers (armários). No momento do checkout (pagamento online), você pode escolher o delivery (método de entrega), como sendo o locker mais perto de você!

 

Clothing, Shoes, and Accessories – Roupas, Sapatos, e Acessórios

– To try out – Experimentar

How do I look? – Como eu estou?

It suits you – Te cai bem

This dress suits you perfectly – Esse vestido te vestiu muito bem/ caiu muito bem / te serviu direitinho

– That shirt really suits – Aquela camisa te favoreceu/ Te caiu bem

– It fits me well – Me serve certinho

The color looks great on you –  A cor foca linda em você

– Outfit – Um modelito

Pants – Calça

– Dress pants – Calça social

– Trousers – Calça social masculina

Slacks – Calça social feminina

Jeans/ Denin – Calça jeans

  • Skinny (Grudadinha nas pernas)
  • Straight (Perna reta)
  • Crop (Capri)
  • Boyfriend (Mais larguinha)

Dress – Vestido

-Skirt -Saia

-Shorts – Short/ Bermuda

-Panty – Calcinha

-Bra – Sutiã

-Boxers / Briefs – Cueca

Socks – Meias

Pantyhose – Meia-calça

Top / Blouse/ Shirt – Blusa

T-shirt – Camiseta

Button-down shirt /dress shirt / or shirt – Camisa social

Tank Top – Blusinha

Spaghetti Strap Top – Blusa de Alcinha

Off-the-shoulder – Tomara que caia

Sweater – Suéter

Shoes – Sapatos

Dress shoes – Sapato Social

Sneakers/ Running shoes / Tennis Shoes – Tênis

High heels – Salto alto

High heels Sandal – Sandalha de salto alto

Wedges – Plataforma

Sandal – Rasteirinha

Ballerina flats / Flats – Sapatilha

Flip flops – Chinelo

Slippers – Pantufa

Accessories – Acessórios

Bracelet – Pulseira

Watch – Relógio de pulso

Ring – Anel

Wedding ring – Aliança

Necklace – Colar

Pendent / Charm – Pingente

Trying it on – Experimentando

– Fitting rooms / Dressing rooms/ Changing rooms – Provadores

– It’s too small – Tá muito pequeno

It’s too big – Tá muito grande

– It’s too tight – Tá muito apertado

– It’s too short – Tá muito curto

– It’s too long – Tá muito comprido

– It’s too loose – Tá muito largo

Long sleeve – Manga Comprida

– Short Sleeve – Manga curta

– Sleeveless – Sem manga

– Turtle Neck – Gola alta

– Ruffle – Babado

– Lace – Renda

– Cotton – Algodão

– Lycra – Lycra

– Wool – Lã

– Checked – Xadrez

Striped – Listrado

– Low cut cleavage – Decote

Paying – Pagando

– It’s time to pay! – É hora de pagar!

– Monthly payments – Parcelamentos

– Financing – Financiamentos

– Parcel – Pacote ou encomenda

– To pay in installments – Parcelar

– Layaway –  Um Sistema que existe nos Estados Unidos de pagar por uma mercadoria em parcelas, ou dar um depósito para segurar a mercadoria e retirá-la depois que acabar de pagar tudo

– Can I get a discount? – Tenho disconto?

– Do you have a coupon? – Você tem um cupom?

Travel Tip: Quando for fazer compras, verifique se o mall oferece coupons nos quiosques de atendimento ao cliente. Nos Estados Unidos essa prática é comum em Outlet malls (malls que vendem mercadorias com discount – desconto). Também fique atento à sinais que digam Sale  (venda / promoção / liquidação) ou  on sale (na promoção). No contexto de compras, a palavra Off também indica desconto.

Exemplo:

Buy one, get one 50% off – Compre 1 e leve o segundo com 50% de desconto

 

– Cash – Em dinheiro

– Credit – Com cartão

– Cashiers – Caixas

– Did you find everything you’re looking for? – Encontrou tudo que estava procurando?

– Did you find everything ok? – Encontrou tudo numa boa?

– Yes, thank you! – Sim, encontrei!

 

Cultural Tip: Turistas não conseguem fazer parcelamentos nos EUA. Entretanto, se você mora aqui – mesmo que não for residente permanente (Green Card holder) ou cidadão (citizen) – tendo uma DL (driver’s license) e um endereço local, finaciamentos são possíveis. A Apple por exemplo, em parceria com o Barclay Card (um tipo de cartão Visa), financia seus produtos de 12 a 18 meses, sem juros, dependendo do valor da compra. Outra vantagem para quem mora aqui, são os programas de rewards oferecidos pelas lojas quando o cliente solicita o cartão de crédito (ou cartão simples) da loja e é aprovado (você tem que ter o nome limpo “na praça” para conseguir isso), recebendo pontos pelas compras efetuadas nos cartões, podendo trocá-los por mercadorias. Alguns cartões de crédito também oferecem cash back (dinheiro de volta) quando os clientes efetuam compras. Por exemplo: O American Express Blue oferece 2% de cash back quando você abastece o carro e paga com o Amex Blue. Já o Amazon Prime oferece 5% de cash back para compras efetuadas na Amazon e no Whole Foods.

 

YouTube Comments, Questions, and Notes

Anderson Silva Oliveira – Faltou falar do “plus taxes”, que é algo que causa estranheza pra quem nunca foi. Diferente do Brasil, os preços não contém os impostos e, esses, são bem mais baixos que aqui. Outra coisa comum que vi é em sales, tipo, a loja ou determinados produtos com desconto sem o valor do produto discriminado. Exemplo: o produto custa 100, mas na gôndola diz que está 50% off. Na etiqueta está 100 e somente será aplicado o desconto no checkout (outra palavra comum que senti falta também) Obrigada Anderson!!! É isso mesmo, produtos e serviços nos EUA tem o valor de imposto separado do valor indicado na etiqueta e etc e a porcentagem recolhida varia de estado pra estado e às vezes até de condado pra condado! Muito bem lembrado sobre descontos que, em geral, só são aplicados no caixa, ou “checkout”.

 

Luís Rocha – uma experiência comigo que vale a pena dizer que lá USA quando compramos algo eletrônico como exemplo assim como no brasil, os vendedores costumam oferecer garantia estendida ai se não ficar atento pagara a mais sem saber e talvez de nada adiantara pois você voltara para o Brasil – Corretíssimo! Cuidado com isso e nunca aceitem “insurance” de eletrônicos porque não vale no Brasil, como o “Apple Care” de aparelhos comprados no exterior.

 

Eline Weck Rosa – Faltou uma palavrinha mágica aí nos signs de desconto: Clearence – Muito bem lembrado!!! Clearance são produtos que estão em promoção e não existem mais em estoque! São bem mais baratos, mas não tem muita variedade.

 

Mirtes Wantanabe – Como perguntar assim: “É o preço da etiqueta menos 10%?” e tbm: ” esse preço já está com desconto?” “Is it the price tag minus 10%?” / “Is the discount already applied to the price tag?”

 

Marcela de Oliveira – Carina querida, você não falou sobre o “cash back “, que me confundiu muito assim que cheguei para morar aqui nos EUA. Aqui normalmente somos nós quem passa o cartão de crédito ou débito na máquina e na grande maioria delas, pergunta “would you like CACH BACK? Yes or no”. Isso significa que você pode fazer uma retirada de dinheiro ali na hora, na verdade isso é considerado o valor total da compra ( quando você confere no extrato bancário). Por exemplo: você faz uma compra de 15 dólares e faz um “ cash back” de mais 15, você paga 15 e pega 15 em dinheiro, mas na conta no banco é considerado que você fez uma compra de 30 dólares. – Alguns lugares ainda oferecem isso, mas muitos pararam e isso é bem triste porque cashback é muito conveniente!

 

Marcia Fernandes – Receipt in the bag or in your hands? – Caixas podem perguntar onde você gostaria que recibo fosse colocado! Thank you, Marcia!

 

Elaine Barbosa – Muito bom! Uma dica de vocabulário tbm é o shopping bag ou shopping Cart (aquelas bolsas que vc pega dentro da loja mesmo para não ficar carregando um monte de roupas enquanto olha mais roupas haha). Eu digo isso pq já cheguei a pedir “bag” para o vendedor e ele não tinha entendido… Perguntou se eu queria comprar as roupas. Depois que eu expliquei que estava carregada e queria olhar mais roupas é que ele disse e me mostrou a shopping bag. É isso mesmo Elaine! Thank you!!

 

Lilian Soares – Eh isso aí mesmo Carina! Moro nos EUA e não tem parcelamento aqui. O “Parcel” foi engraçado! Mas como vc disse, só o layaway na época do Natal. A forma como os americanos fazem eh parcelamento de faturas de cartão pendentes, que eh uma forma de parcelamento, mas diretamente com as financeiras. Como aqui tem muito mais bancos, as taxas são bem menores que no Brasil. Correto! Para americanos individados existe a opção de parcelar a dívida, mas paga-se muitos juros e suja o nome como no Brasil.

 

Raphael Donadio Pitta – Já ouvi dizer que é mais correto ou polido dizer, por exemplo, “Can I have it in a black color?” em vez de “Do you have it in a black color?” Isso procede? Do you have it in black? Can I have it in black? Would you have it in black? are all good and polite! 🙂

 

Em parceria com a Carina Fragozo, o  @meninaviajei recapitula os episódios do Survival English e respondende às perguntas de vocês. Caso tenham outras perguntas podem mandar DMs para www.instagram.com/meninaviajei e sigam o @meninaviajei no Instagram para receberem os updates do meninaviajei.com e do canal no www.youtube.com/meninaviajei que compartilha a vida de uma estudante Brasileira nos Estados Unidos, dicas de inglês aprendido em imersão, dicas de intercâmbio, viagens, e textinhos.

 

Survival English

Survival English #6 – Aprenda a “se virar” – Inglês no Restaurante

survival 6 post pic

Eu me lembro da minha primeira vez pedindo lanche em um McDonald’s aqui nos Estados Unidos. Aupair. Passeando em Nova Iorque. It’s a just a “McDee”, what can possibly go wrong? (É só um lanche do “Mac”, o que pode dar errado?) Afinal de contas, eu já falava inglês! Quando entrei já vi que não tinha o “Big n’ Tasty” – meu lanche favorito no Brasil – listado no menu. Como não sou chegada em pickles, não quis pedir o “Big Mac,” daí me restou o McChicken. “May I have a McChicken, please?”, disse com segurança. Assim que eu mordi o lanche, meu paladar,  completamente desacostumado a comer qualquer tipo de “hot food” – e aqui por “hot” quero dizer “apimentado” e não “quente” – pegou fogo! Nesse dia eu aprendi que o “hamburger” de frango do McDonald’s é empanado com um pouquinho de “black pepper” (pimenta preta). Hoje, mais de 7 anos depois, uso “black pepper” para temperar até o frango do meu strognoff. Vivendo em imersão a gente adapta inclusive o paladar! O que aconteceu comigo foi um choque cultural, que não envolveu a língua, mas imagine que além de não conhecer os costumes culinários e pratos do pais estrangeiro muito bem, você não tem certeza do que dizer e do que chamar as coisas? Relax, que o @meninaviajei e o English in Brazil estão na área “to give you just the hand you need!” (pra te dar exatamente a mão que você precisa!)

Então se você ainda não assistiu ao vídeo “NÃO DIGA ‘I WANT’ NO RESTAURANTE | Survival English #6,” não perca! E pra você que já assistiu, aqui segue uma “recap” (recapitulação) do vocabulário e das “key sentences” (frases coringa) que a Carina ensina, reacheada de outras dicas e vocabulários.

 

Basic Vocabulary – Vocabulário Básico

-Please wait to be seated (Aguarde “para ser sentado”)

-In line (Na fila)

-Hostess (A moça que recebe os clientes em um restaurante/ recepcionista)

Party of how many? (Mesa para quantas pessoas?)

Party of 2/ Table for 2 (Mesa pra dois)

-To assign a table (designar uma mesa)

– Your server will be right with you (seu garçon ou sua garçonete virá atende-los em breve)

– Server (garçon ou garçonete)

-Gender neutral word (Palavra de gênereo neutro)

-Waiter (Garçon)

-Waitress (Garçonete)

-Menu (Cardápio)

-Appetizers or Starters (Aperitivos)

-Soups & Salads (Sopas e Saladas)

-Entrées (entradas/ pratos principais)

-Chicken (Frango)

-Beef (Carnes)

-Pork (Carne de Porco)

-Seafood (Frustos do mar)

-Sandwiches & Wraps (Sanduíches e Wraps)

-Burgers (Hamburgeres)

-Sides (Acompanhamentos)

-Beverages (Bebidas)

-Desserts (Sobremesas)

-Condiments (Condimentos)

-Olive oil (Azeite)

-Vinager (Vinagre)

-Salt (Sal)

-Sugar and Sweetners (Açúcares e Adoçantes)

-Ketchup (Ketchup)

-Sauces (Molhos)

-Barbecue (Molho de Churrasco/ Barbecue)

-Paper or Cloth Napkins (Guardanapos de papel ou tecido)

-Silverware or Cutlery (Talheres)

-Fork (Garfo)

-Knife (Faca)

-Spoon (Colher).

Ordering

-It’s time to order! (Está na hora de fazer/colocar o pedido)

-Hi, my name is Carina, I’ll be your server today (Oi, meu nome é Carina e eu serei sua garçonete hoje)

-chances are (provavelmente)

-May I start you with some drinks (or something to drink)? (Que corresponde ao “Vocês sabem o que vão beber?”)

-NUNCA diga “I want” porque é extremamente mal educado. Você sempre deve usar:

-I’ll have a(n)…. Coke / beer / orange juice / lemonade / caipirinha, please (Eu gostaria de uma … Coca / cerveja / suco de laranja / limonada / caipirinha, por favor)

-May I have a … cup of water, please? (Poderia me trazer um … copo de água, por favor?)

-Can I have an … iced tea, please? (Poderia me trazer… um chá gelado, por favor?)

-I would like … some water, please. (Eu gostaria de uma água, por favor.)

-I would like a cup of water, please. (Eu gostaria de um copo de água, por favor.)

-Sparkling (com gás)

-Regular/ Flat (água sem gás)

-Tap water (água da torneira)

-Bottled water (água de garrafa)

 *Fun Fact: Nos EUA, a água da torneira é considerada potável, então é muito comum tomar “tap water” (água da torneira) e é comum ver “tap water” servida em restaurantes.

-Are you ready to order or you need you need a few more minutes? (Você(s) estão prontos pra pedir ou precisam de mais um tempinho?)

-I need a few more minutes, please (Preciso de mais alguns minutos)

-I’m ready (Estou pronto)

-Hi, may I please have ______? (Oi, poderia, por favor, _____?)

*a beer?

*a coke?

*a burger?

*the menu?

*Cultural Tip: Pão e água nos restaurantes dos Estados Unidos são “complimentary”, ou seja, são “cortesia da casa,” você não paga por eles. Também no caso dos EUA, lembre-se de dizer muitos “please” and “thank you” em respeito à cultura local, já que aqui “por favor” e “obrigado” nunca é demais e é esperado.

-Rare (Mal-passada)

-Medium (Ao ponto)

-Well-done (Bem passada)

-Are you done or still working on it? (Já terminou ou ainda está comendo?)

-Still working on it. (Ainda estou comendo)

-I’m done, thank you. (Terminei, obrigada)

-Would you like to see our dessert menu? (Gostaria de olhar nosso menu de sobremesas?)

-Yes, please (Sim, por favor)

-No, thank you (Não, por favor)

-How about some coffee? (Que tal um cafézinho?)

*Cultural Tip: Cuidado com a palavra “hot” nos menus, porque “hot” indica apimentado e não algo quente, com excessão é claro de bebidas. E se você não está acostumado a comer pimenta, saiba que um “hot sauce” (um molho de pimenta) vai deixar sua boca “on fire” (pegando fogo). Note que a palavra “pimenta” é “pepper,” mas se você for se referir a um “pimentão” você dirá “bell pepper,” que não é nem um pouco ardida.

Paying

-Can I have the check please?

-Tax (Imposto)

-Tip (Gorjeta)

-Can you close my tab, please? (Pode fechar minha conta, por favor?)

-Party (a sua turma)

-Cash (em dinheiro)

-Credit (com cartão)

*Cultural Tip: Servers preferem receber gorjetas em cash para que o desconto de imposto sobre a gorjeta seja uma decisão dele ou dela, e não automático. É de bom tom que, após receber a prestação de quaquer serviço, você dê de 18% a 20% do valor do serviço em gorjeta, pois prestadores de serviços nos Estados Unidos, principalmente garçons e garçonestes  dependem da gorjeta para sobreviver. Eles não tem um piso salarial como no Brasil. Mas é claro que fica a seu critério sempre.

*Cultural Fact: “Tax” (Impostos) nos Estados Unidos variam de estado pra estado e às vezes de “county to county” (condado para condado). Na Flórida, por exemplo, o imposto constuma ser em torno de 6% do valor da mercadoria ou do serviço, podendo chegar a 7% em pontos turísticos. Ou seja, se um produto custa $10, na verdade ele custa cerca de $10.60. Se um serviço custa $10, na verdade ele custa uns $12.60 ($0.60 [6% tax] + $2.00 [20% Tip]).

Outros vocabulários:

-Peny (1 centavo)

-Nickel (5 centavos)

-Dime (10 centavos)

-Quarter (25 centavos)

Singles (Notas de 1 dólar)

Youtube Comments, Questions, and Notes

Andrea Martins – É comum o garçom trazer a conta sem você pedir? – Depende do restaurante. Em restaurantes mais informais como iHop, Flanigan’s, Ale House, e diners em geral, muitas vezes o “server” trará sua conta assim que observar que sua “party” terminou de comer. Mas em restaurantes mais sofisticados, você deve solicitar o “check”.

Bele Carvalho – Existe carne “ao ponto da casa”? – Aqui nos Estados Unidos não existe. Todo e qualquer restaurante estará interessado em saber qual o ponto da carne que você prefere, com excessão de “fast food” chains. Nesse caso você poderia dizer que eles cozinham a carne “ao ponto da casa”

Amanda Chanelle – Em restaurantes de fast food as pessoas nem falam “can I have/ I would like to have” elas vão direto ao nome do prato e “please”. – Isso é verdade! No McDonald~s, por exemplo, você pode simplesmente dizer “a Big Mac, please!”

 A.Freitas – Qual a diferença entre “can” e “may” – “May” será a forma mais formal e mais educada de pedir permissão SEMPRE. O que não significa que não possamos utilizar o “Can” com o please e a entonação correta e soarmos igualmente educados.

 Maria Oliveira – Can I say ” Can I get ” instead of “Can I have”? Sim!

Rafael Ferraz – Eu gostaria de saber a diferença em estabelecimentos mais informais, como uma lanchonete.  – É a mesma coisa do Brasil. Lanchonetes aqui são “diners” ou “cafes” e “restaurant” é a palavra que indica formal ou informal.

MSOgamer – Para pedir um beijo posso dizer “May I have a kiss”? Gramaticamente essa frase está perfeita. Mas a menos que você esteja em um relacionamento com alguém ou que a pessoa seja íntima sua, aqui nos Estados Unidos eu não pediria beijo a ninguém para não correr o risco de ser processado por assédio sexual ou fichado como um “sex offender”. O espaço pessoal é levado muito a sério por aqui.

Ana Paula Cunha – Eu uso o “would like” ou o “I’ll have” quando a pessoa está tirando o pedido e “could I have” se eu quiser mais alguma coisa depois. Aqui no Canadá eu vejo as pessoas falando mais “bill” do que “check”, mas eles vão entender as duas coisas… Acho que já comentei algumas vezes sobre o “I’m fine”, mas não custa repetir… acho que cabe especialmente quando o assunto é restaurante.  Uma das primeiras vezes que fui ao restaurante aqui no Canadá, a garçonete me perguntou como eu estava e eu prontamente: – “I’m fine!” E ela me perguntou: você não quer pedir então? O “I’m fine” no restaurante é como “estou satisfeito” e é uma ótima resposta para quando perguntam se vc quer mais vinho ou sobremesa, por exemplo. Thank you for your contribution!

Luiz Oliveira – “Fizzy water” é a mesma coisa que sparkling? – Sim!

 

Em parceria com a Carina Fragozo, o  @meninaviajei recapitula os episódios do Survival English e respondende às perguntas de vocês. Caso tenham outras perguntas podem mandar DMs para www.instagram.com/meninaviajei e sigam o @meninaviajei no Instagram para receberem os updates do meninaviajei.com e do canal no www.youtube.com/meninaviajei que compartilha a vida de uma estudante Brasileira nos Estados Unidos, dicas de inglês aprendido em imersão, dicas de intercâmbio, viagens, e textinhos.

Survival English

Survival English #4 – Aprenda a “se virar” – INGLÊS NO MÉDICO

Sick Traveler

🇧🇷 Ficar doente is no fun (não é divertido) e nunca sabemos quando vai acontecer, principalmente quando viajamos e nos encontramos em um ambiente completamente novo, com comidas novas, germes, e parasitas com os quais os nossos corpos talvez nunca tiveram contato. Tudo que podemos fazer é nos previnir mantendo nossas vaccines (vacinas) up-to-date (atualizadas) e uma alimentação saudável e balanceada, às vezes suplementada por algumas vitaminas to boost (para levantar/reforçar) nosso immune system (sistema imunológico). Mas mesmo assim, acontece! E se acontecer fora do Brasil??? Oh well, bora aprender então alguns vocabulários, frases, e nomes de remédios que podem literally (literalmente) save your sick ass (salvar você) and some money (e poupar o seu dinheiro)!

Então se você ainda não assistiu ao vídeo “INGLÊS NO MÉDICO: SINTOMAS, DOENÇAS E FARMÁCIA | Survival English #4,” não perca! E pra você que já assistiu, aqui segue uma “recap” (recapitulação) do vocabulário e das “key sentences” (frases coringa) que a Carina ensina, reacheada de outras dicas e vocabulários.

 

Basic Vocabulary – Vocabulário Básico

– Pharmacy / drugstore – Farmácia

– Hospital – Hospital

– Doctor – Médico

– Nurse – Enfermeiro (a)

– Pharmacist – Farmacêutico

– Can I talk to the pharmacist? (Posso falar com o farmacêutico?)

– Cadeira de rodas – Wheelchair (Please, I need a wheelchair. /Por favor, eu preciso de uma cadeira de rodas)

– Ambulance (We need an ambulance. / Precisamos de uma ambulância.)

*Cultural Tip: Outra maneira de dizer “médico” em inglês é “physician” e, nos Estados Unidos, existem duas categorias de médico: o M.D. (Medical Doctor, que pratica medicina alopática, que é o mesmo tipo de formação que as escolas de medicina dão no Brasil, por isso TV shows como o Dr. House, chama House M.D.), mas também existe o D.O. (Doctor of Osteopathic Medicine, que na teoria pratica medicina com uma abordagem osteopática, o que a grosso modo significa com menos remédio e mais terapia). Mas hoje em dia não há mais muita diferença na atuação porque muitos alunos que se formam D.O.s acabam fazendo residência em programas M.D. e acabam atuando dentro da abordagem da medicina alopática (convencional). Além de médicos é importante notar que registered nurses (enfermeiras padrão) e physician assistants (assistentes médicos) são licenciados para dar certas precrições médicas e para atuar em certos procedimentos, sem a necessidade da autorização de um M.D. ou um D.O.

*Cultural Difference: Nos Estados Unidos, quando admitido (a) ao ER (emergency room/ pronto-socorro) você não será atendido (a) diretamente por um médico, com excessão de você ter sofrido algum “trauma” (acidente grave). Você será “screened” (avaliado) pelo time de nurses e, dependendo do seu problema, pode ser que você nem chegue a se consultar com um physician, apenas com o physician assitant, que é um tipo de profissão médica que recebe um treinamento mais curto (bacharelado mais 2 anos na escola de medicina, em contraposição com o médico que tem um bacharelado e 4 anos na escola de medicina, mais 3 ou mais naos de residência) e pode atuar na medicina sob a supervisão de um médico. Por exemplo, physician assistants podem fazer exames de “pap smear” (papa-nicolau), dar precrições para tratar “colds”(resfriados), “yeast infections” (candidíase) e dar assistência ao médico em uma cirurgia, mas não são licenciados para fazerem uma cirurgia autonomamente.

*Note: Para ser médico nos EUA, você precisa ter um bacharelado em qualquer área, mas normalmente candidatos à escola de medicina cursam química ou biologia porque preciam ter algumas aulas dessas matérias no currículo, precisam então passar no MCAT (Medical College Admission Test), ter experiência de trabalho na área médica, por exemplo trabalho voluntário em um hospital, dentre outras atividades extra-curriculares não relacionadas à medicina, por exemplo praticar dança, tocar em uma banda, estudar línguas, ter feito intercâmbio, etc, além de ter tido notas excepcionais durante o ensino médio e a faculdade. Depois de construir seu currículo (CV) o candidato passará pelo processo de “application” que inclui um essay (uma redação), muitos formulários, a entrega do seu CV e, se selecionado, passará por uma entrevista com a faculdade em questão. Se passar a entrevista o candidato precisa garantir que tem os “funds” (fundos) necessários para pagar a faculdade porque, a não ser que ele (a) tenha uma scholarship (bolsa de estudos), não existe faculdade gratuita nos Estados Unidos. Então se você acha que entrar direto do ensino médio na medicina da USP é difícil? Think again! E aqui não existe clínico geral como no Brasil (médicos que não cursaram residência). Aqui os “clínicos gerais” cursam a residência de “Primary Care” ou “Internal Medicine” e, por isso, você nunca verá médicos com menos de 26 anos atuando em nenhum hospital ou clínica.

Medication – Remédios

I’ve been prescribed medication from the doctor. – O medico me receitou remédio

Medicine – Any drug or remedy for use in treating, preventing, or alleviating the symptoms of disease (qualquer droga usada para o tratamento, prevenção, ou alívio dos sintomas de uma doença), ou “Medicina”, a profissão em si.

Drug (bem comum) – I got some drugs from the doctor. (Eu recebi alguns medicamentos do médico)

Pills – Comprimidos

The doctor gave me some pills for my heart. (O médico me receitou comprimidos para meu coração)

I need a pill for my headache. (Eu preciso de um comprimido pra dor de cabeça)

– The pill – Pílula anticoncepcional

I’m on the pill – Estou tomando anticoncepcional

*Fun Fact: A pílula anticoncepcional também é chamada de “birth control”.

– Tablets –  Comprimidos de formato chatinho, tipo o Dipirona no Brasil, ou AS.

– Capsule – Cápsula

– Shot – Injeção ou Vacina

I’m going to give you a prescription. (Vou te dar uma prescrição/receita)

– Sickness / Illness – Doença (qualquer que seja ela)

I have diabetes. (Eu tenho diabetes).

I feel under the weather (Eu estou me sentindo mal)

– Disease – Doença (diferente de sickness esse termo é usado para doenças mais perigosas ou contagiosas, por exemplo, cancer, heart disease (doenção do coração), measles (sarampo), etc.

– Injury – Ferimento

I broke my leg. (Eu quebrei a perna).

– Disorder – Doença (diferente de illness, sickness, and disease, disorder comumente se refere a doenças mentais ou o mal funcionamento de alguma parte do corpo, por exemplo, esquisofrenia, eating disorder (anorexia, bulemia), speech disorder (problema de fala),

 

Seeing the Doctor – Visitando o Médico

 

I need to see the doctor. (Eu preciso ver o médico/ ir ao médico)

– To make an appointment (with the doctor) (Marcar uma consulta (com o medico)).

– Health insurance plan – Plano de saúde/ Convênio

*Tip: Nos EUA qualquer visita ao médico (Urgent Care, Hospital), principalmente ao ER (pronto socorro), é extretamente cara.  Não existe atendimento gratuito. Consultas custam em torno de 250-300 dólares, exames em torno de 100-200 dólares, antibióticos pode custar entre 80  e 100 dólares, partos são cerca de 40 mil dólares, e assim vai. Por isso, o governo Americano exige que todos os intercambistas, estudantes, e trabalhadores estrangeiros tenham plano de saúde. Se você está vindo apenas de férias, eu recomendo que você faça um seguro viagem, principalmente se sua estadia for maior que uma semana. Um seguro viagem pode te custar de 300 a 600 reais, mas uma estadia em um hospital Americano pode te custar mais de 1,000 dólares, só para tomar soro, por exemplo.

To get a prescription (Pegar a receita médica)

To take your prescription to a pharmacy (Levar sua receita na farmácia)

Dosage/ dose (twice a day / two pills after main meals) (Dosagem/ dose – 2 vezes ao dia/ 2 comprimidos após as refeições principais).

 

Describing your Symptoms – Descrevendo seus sintomas

– I have a fever. (Eu estou com febre)

– I’m feverish. (Eu estou febril)

– I’m sick. (Estou enjoada/ Estou doente – de maneira geral – para ser específico em dizer que está enjoado diga “I’m nauseous”)

– I feel like vomiting. (Estou com vontade de vomitar)

– I’m going to throw up. (Eu vou vomitar)

*Fun fact: Outras de maneiras, dentre muitas mais, de dizer que você vai vomitar são:

  • To Barf
  • To Puke
  • To Regurgitate
  • To Cough up your cookies
  • To Feed the fish (es)
  • To Ralph
  • To Urp
  • To Heave up Jonah

– I’m feeling weak (Estou sentindo fraqueza).

– I feel weak now. / I’m weak now. (Estou com fraqueza)

– I’m dizzy. / I’m feeling dizzy. (Estou com tontura)

– I have a bad cough. (Estou com uma tosse forte)

– I can’t stop coughing. (Não consigo parar de tossir)

– I have a runny nose. (Meu nariz está escorrendo)

My nose is running. (Meu nariz está escorrendo)

I have a stuffy nose. (Meu nariz está entupido/ congestionado)

– My neck is stiff. (Meu pescoço está duro/ torcicolo)

– I have a stiff neck. (Estou com torcicolo)

– I have sprained my ankle. (Torci o tornozelo)

– I have a sprained ankle. (Meu tornozelo está torcido)

– Cramps – Cólicas / Cãimbras

I’m on my period – Estou menstruada.

– Flu – Gripe

– Sore throat – Dor de garganta

Pain vs Ache vs Hurt

– Pain e Ache são geralmente usados como substantivo e significam “dor”, mas com uma pequena diferença de significado.

– Pain – Geralmente é usado para designar uma dor mais intensa, difícil de ignorar.

– Yesterday I felt a terrible pain in my stomach. They discovered it was appendicitis. (Ontem eu senti uma dor horrível na minha barriga. Eles descobriram que era apendicite).

*Note: A palavra “stomach”quer dizer estômago, mas também é usada para se referir a sua belly (barriga) de maneira geral. Uma barriga reta/de prancha é uma flat belly/stomach.

– Ache – desconforto menos intenso que pain, pode durar mais que uma pain. Aquela dorzinha chata que fica lá, sabe? Você nunca diz “I have an ache in my leg”, mas sim “I have a pain in my leg”. Mas você pode dizer que depois de correr “My legs started to ache” (Minhas pernas começaram a doer).

-Stomach ache, toothache, earache, backache – Dor de estômago, dor de dente, dor de ouvido, dor nas costas.

– Headache – Dor de cabeça

– I have a terrible backache. (Estou com uma dor nas costa terrível)

– Hurt: (verb) – machucar/ doer – pode ser verbo ou adjetivo

A causa da dor geralmente terá um fator externo envolvido (não é algo interno como pain e ache). Bater o pé, bater a cabeça.

-I hurt my foot. (Eu machuquei meu pé)

– I hurt my head. (Machuquei minha cabeça)

– My head hurts (Minha cabeça está doendo)

*Note: Neste caso pode ser por causa de uma dor de cabeça (headache) ou porque você bateu a cabeça

– My stomach hurts. / My tummy hurts (Minha barriga dói)

*Note: Tummy é uma maneira infantil de se referir à barriga.

– My back hurts. (Minhas costas doem)

– I have hurt my back. (Eu machuquei minhas costas)

– He was badly hurt in the car crash. (Ele foi seriamente ferido no acidente).

 

Over the Counter Medication (OTC) – Remédios que você pode comprar sem prescrição

 

Tylenol – Usado para headache e outras dores ou febre.

– Do you have Tylenol? (Você tem Tylenol?)

– Advil or Alieve – São remédios para dor de cabeça

– I have a headache. (Eu estou com dor de cabeça)

– I need some advil. (Eu preciso de Advil)

– Do you have any advil? (Você tem Advil?)

– Headaches, cramps (Dores de cabeça, cólicas)

Aspirin – Aspirina

Pepto bismol – Remédio para diarréia (diarrhea) e mal estar estomacal.

Imodium – Remédio para diarréia (diarrhea)

I need some imodium. (Eu preciso de Imodium)

– Do you have imodium? (Você tem Imodium)

 

Youtube Comments, Questions, and Notes

Remédio Tarja Preta – Controlled Medicine/Drug

High Blood Pressure – Pressão alta

The runs – Maneira nojenta de dizer diarréia

Xanax – Mesma coisa que alprazolam. É um calmante

Walk-in – Pessoa que chega para o atendimento de um serviço sem agendamento prévio.

Preciso de um Nebulizador – I need a nebulizer

Sneeze – Espirro

Itch – Coceira

Rash – erupção cultânea (tipo quando temos alergia)

Strep Throat/ Tonsilitsis – Amidalite

Pink eye – Conjuntivite

 

Em parceria com a Carina Fragozo, o time do @meninaviajei estará recapitulando os episódios do Survival English e respondendo às perguntas de vocês. Caso tenham outras perguntas podem mandar e-mail para meninaviajei@gmail.com e sigam o meninaviajei no Instagram para receberem os updates do meninaviajei.com e do canal no www.youtube.com/meninaviajei que divide os altos e baixos e as curiosidades da vida de uma estudante brasileira nos Estados Unidos, dando dicas sobre o que esperar e o que fazer quando já estiver aqui.

Survival English

Survival English #2 – Aprenda a “se virar” – INGLÊS NO AEROPORTO, AVIÃO E IMIGRAÇÃO

Survival English 2

🇧🇷 Todo mundo que tem uma mãe por perto em algum momento já testemunhou o cumprimento de alguma profecia. Oi? Isso mesmo. Eu, por exemplo, fico tão chateada quando o dia está lindo e ensolarado e a minha mãe fala “leva um guarda-chuva que mais tarde vai chover!” Por que “guess what” (advinha)? Chove! Oh boca de profeta! Por isso, quando sua mãe disser “vai estudar! Conhecimento ninguém tira de você!” “Listen to her” (dê ouvidos à ela) porque eu não sei onde mãe faz curso de “psychic” (vidente), mas elas simplesmente sabem das coisas!

E, diferente de aquisições materiais, assim como o conhecimento, experiências também nunca poderão ser tiradas de você. Sendo assim, um jeito “awesome” (incrível) e “smart” (esperto) de acumular experiências e “spend some money” (gastar um pouco de dinheiro) é “traveling” (viajando). Quando a trip (viagem) é dentro do nosso país, “it’s all a matter of packing and leaving” (é só uma questão de fazer as malas e partir), mas e quando a “trip” (viagem) é “abroad” (para fora do país)? Neste caso, falar inglês “comes in handy” (é útil).

Então se você ainda não assistiu ao vídeo “INGLÊS NO AEROPORTO, AVIÃO E IMIGRAÇÃO: aprenda a “se virar” | Survival English #2,” não perca! E pra você que já assistiu, aqui segue uma “recap” (recapitulação) do vocabulário e das “key sentences” (frases coringa) que a Carina ensina, reacheada de mais dicas e respostas às perguntas na sessão de comentários do vídeo no YouTube.

Airport – Aeroporto

– Flight Information Display System (FIDS) – Painel de informações

– Arrivals – Chegadas

– Departures – Decolagens/Partidas

– Flight Number – Número do vôo

– Flight Status – Status do Vôo

  • Delayed – Atrasado
  • On time – No horário certo
  • Check-in open – Check-in aberto
  • Canceled – Cancelado
  • Boarding/Now boarding – Embarque iniciado

– Check-in – Check-in (hehe)

  • Ticket – Passagem
  • Passaport – Passaporte

*Check-in Tip: Aqui nos Estados Unidos, o check-in pode ser feito online tanto pelo site da airline (companhia aérea) quanto baixando o app (aplicativo) da airline no celular. O check-in online é liberado 24 horas antes do horário da decolagem e é maneira mais conveniente e comum de fazer check-in por aqui. Outra vantagem é que voando com algumas airlines, como a Southwest por exemplo, você não pode escolher o seu assento quando compra a passagem. Eles têm um sistema de “first come, first serve” (pela ordem de chegada), isto é, os primeiros a fazerem o check-in terão os assentos mais na frente da aeronave e embarcarão primeiro.

Caso você prefira fazer o check-in no “counter” (balcão) esse é o possível diálogo que você irá vivenciar:

Agente:Can I see your ticket and your passaport, please? (Posso ver sua passagem e seu passaporte, por favor?)

Você: – Yes, sure (sim, claro – e entregue os documentos solicitados)
Here they are (Aqui estão – e entregue os documentos solicitados)
– Não diga nada e entregue os documentos solicitados. Nem sempre precisamos dizer alguma coisa, mas dar pelo menos um “friendly smile” (sorriso amigável) ou “nod in agreement” (balançar a cabeça concordando com a solicitação) “goes a long way” (te leva longe/ajuda muito).

 Caso você tenha preferência por um “seat” (assento) específico:

 Você:Can I get a seat near the aisle? (Posso sentar perto do corredor?)

Outras maneiras de solicitar um assento específico:

  • Can I have an aisle seat? (Posso sentar em uma poltrona do lado do corredor?)
  • Can I have a window seat? (Posso sentar em uma poltrona do lado da janela?)
  • Can I have a middle seat? (Posso sentar na poltrona do meio? – Nunca vi ninguém gostar de sentar no meio, mas tem gosto pra tudo nessa vida!)
  • Can I have a seat in the back? (Posso sentar na parte de trás do avião?)
  • Can I have a seat by the restroom? (Posso sentar perto do banheiro? – não recomendo porque, caso você nunca tenha voado, banheiro de avião tem um cheiro terrível, bem parecido com cheiro de banheiro químico. Arde o nariz!)

– Luggage/Baggage – Bagagem

  • Suitcase/Bag – Mala
  • I need to check-in my luggage. (Preciso despachar minha bagagem)
  • Carry-on – Mala de mão

 – Are you checking in luggage or carrying on? (Vai despachar bagagem ou somente levar bagagem de mão?) 

Yes / No (Sim / Não)
*Note: A pergunta mais comum feita pelos agentes das companhias aéreas aqui nos Estados Unidos é “Are you checking any bags?” (Vai despachar alguma mala?), porque se você responder “No” eles “assume” (supõem) que ou você tem somente bagagem de mão ou nenhuma bagagem.

– Boarding time – Horário de embarque

Assim que você termina seu processo de check-in, você pode perguntar ao agente:

Você:Where do I go next? (Para onde eu vou agora?)

Agente:To the TSA (Transportation Security Administration) or To the security line/check point (Para a fila da segurança)

*Note: The Transportation Security Administration (TSA) is an agency of the U.S. Department of Homeland Security that has authority over the security of the traveling public in the United States. It was created as a response to the September 11, 2001 attacks.

– Gate – Portão de embarque

– Boarding Pass – Cartão de Embarque

– Photo ID or ID – Documento de Indetificação com foto

– Driver’s License (DL) – Carteira de motorista (Para quem mora nos EUA e já tem uma DL, não precisa carregar o passaporte em vôos domésticos, apenas a DL é suficiente como ID).

– Seat – Poltrona/Assento/Banco

– Take-off – Decolagem

– To take off – Decolar

– Landing – Pouso

– To land – Pousar

Airplane – Avião

– Flight Attendant – Comissário (a) de bordo

Ladies and gentlemen, welcome aboard! (Senhoras e senhores, bem-vindos a bordo!)

Please stow your carry-on luggage underneath the seat in front of you or in an overhead bin. (Por favor, guardem a sua bagagem de mão embaixo do assento em frente a você ou no compartimento de bagagem acima da sua poltrona).

– Please take your seat and fasten your seatbelt. (Por favor, dirija-se ao seu assento e afivele seu sinto de segurança).

Please set electronic devices into airplane mode after door close. (Por favor, coloque seus equipamentos eletrônicos no modo avião depois que a porta fechar).

– Headsets – Fones de ouvido

*Note: Em inglês existem palavras específicas para diferentes tipos de headsets. Por exemplo, headphones é um termo utilizado para se referir a qualquer tipo de fone de ouvido ou especificamente a fones como o Beats by Dre. Mas para referir-se aos fones de ouvido que são inseridos em sua orelha, como o Beats X, usa-se a palavra earbuds.

– Blanket – Cobertor

Would you like something to drink? (Gostaria de algo para beber?)

A Coke, please. (Coca-cola, por favor)

A beer, please. (Uma cerveja, por favor)

*Note: “Keep in mind” (lembre-se) que a idade legal para beber nos Estados Unidos é 21 anos. Portanto, seu ID será solicitado para a compra de qualquer bebida alcoólica em qualquer lugar, incluindo vôos em solo Americano, assim como para entrada e permanência em alguns estabelecimentos que vendem bebidade alcoólica como night clubs e barzinhos, por exemplo. Alguns permitem a entrada, mas carimbam sua mão ou te dão uma pulseira identificando você como “underage” (menor de idade/21 anos).

*Drinking Tip: Uma maneira de pedir um coquetel sem alcool em inglês é usando a palavra “virgin” (virgem)

Can I have a virgin Piña Colada, please? (Poderia me trazer uma Piña Colada sem alcool, por favor?)

– Immigration Form – Formulário da imigração

*Note: Em viagens aos Estados Unidos esse formulário é azul e branco e, normalmente, entregue pelos comissários (as) de bordo um pouco antes do pouso. Ele contém perguntas como o endereço que você vai ficar; se está trazendo familiares, comida, plantas, animais, ou outras coisas “vivas;” quanto de dinheiro você está trazendo (porque acima de dez mil dólares americanos você terá que explicar pra imigração a origem e a razão de trazer tanto “cash” (dinheiro em espécie); também pergunta sobre seu endereço de residência; seu número de passaporte, dentre outras perguntas relacionadas a sua origem, destino, estadia, e pertences. Note que em vôos do Brasil aos EUA, esses formulários já estão disponéveis em Português, então “you don’t need to sweat about it!” (Você não precisa se preocupar!)

*Fun Fact: No aeroporto de Miami e Atlanta eu já presenciei intérpretes de língua portuguesa sendo chamados para dar assistência ao oficial de imigração na entrevista de admissão. Não sei afirmar se é um serviço consistentemente disponível, mas considerando o grande número de turistas brasileiros que entram por esses aeroportos, “it makes sense” (faz sentido) que intérpretes estejam “available” (disponíveis).

Thank you for flying with us! (Obrigada por voar conosco!)

*Landing Tip: Quando o capitão estiver há uns 40-30 minutos do destino, você ouvirá a seguinte mensagem: – “Fasten your seat belts, make sure your seat back and folding trays are in their full upright position”, que nada mais é que as instruções para um pouso seguro, também ditas em vôos brasileiros: “afivelem seus cintos de segurança, coloquem a poltrona na posição vertical, e travem sua mesinha.”

Immigration – Imigração

Why are you visiting the United States? (Por que você está visitando os Estados Unidos?)

Why are you visiting England? (Por que você está visitando a Inglaterra?)

– What’s the purpose of your visit? (Qual o porpósito da sua viagem?)

  • I’m here on vacation. – Vim de férias.
  • I’m here on business. – Vim a negócios.

*Immigration Officer Talk Tip#1: As perguntas feitas pelo oficial de imigração te entrevistando são para saber se o motivo da sua visita está de acordo com o tipo de visto que você possui. No caso dos Estados Unidos, por exemplo, se você possuir um visto B1/B2 – que é visto de turismo e visita de negócios – e você disser ao oficial que você está vindo para trabalhar, você será deportado de volta ao seu país de origem.

– Where will you be staying? (Onde ficará hospedado?).

  • At this hotel – Neste hotel (entregue o endreço/reserva).
  • At a friend’s house – Na casa de um amigo (a) (tenha o endereço em mãos, se possível).
  • This is her/his address – Este é o endereço dela/dela.

*Immigration Officer Talk Tip#2: Embora não seja obrigatório, vale a pena trazer com você o endereço do seu hotel, preferencialmente sua reserva. Caso vá ficar com amigos ou parentes, além de trazer o endereço anotado, informe-se sobre o que seu amigo ou parente faz aqui – se for estudante: qual escola/qual curso; se for trabalhador – qual empresa, e etc). Você não é obrigado a saber e ter todas as respostas, mas da mesma maneira que nos preparamos para a entrevista do visto, devemos nos preparar para explicar ao oficial de imigração o porquê da nossa viagem e qual nosso itinerário. E a regra mais importante: NUNCA minta para o official de imigração. Se você não sabe uma resposta, seja honesto e responda “I don’t know” (Não sei).

How long will you be staying? – Vai ficar quanto tempo?

  • About a week. – Mais ou menos uma semana.
  • Fifteen days. – Quinze dias.
  • A month. – Um mês.

 *Note: Existe uma diferença entre a válidade do seu “visa” (visto) e seu “status” (o seu direito de permanência nos Estados Unidos, dependendo do tipo de visto que você tenha). Um visto de turismo americano (B2), por exemplo, pode ter validade de até 10 anos, mas o direito de estadia do portador desse visto é de apenas 6 meses por entrada nos EUA. Já o visto de estudante (F1), por exemplo, tem válidade de 1 a 4 anos (dependendo do curso que o estudante irá fazer), mas o direito de estadia deste visto é indeterminado, isto é, enquanto o (a) estudante estiver matriculado (a) em uma instituição de ensino, ele (a) pode permanecer no país legalmente. Resumindo, vistos servem somente para permitir nossa entrada, “re-entry” (readmissão aos EUA no caso de sairmos do país), e nos enquadrar em determinada categoria “imigratória” ao sermos admitidos or readmitidos. A validade dos vistos não determinam a validade do nosso período de permanência. Siga-me @meninaviajei e www.meninaviajei.com para mais dicas sobre vistos, intercâmbios, e a vida na terra do tio Sam.

Welcome to America! – Bem-vindo (a) a América!

*Note: Embora “América” seja o nome do continente, os Estados Unidenses, e outros falantes de língua inglesa, se referem aos Estados Unidos como “América.”

– Welcome to England – Bem-vindo (a) à Inglaterra!

Baggage Claim – Reinvindicação de bagagem

Excuse me, where can I get a taxi? – Com licença, onde eu posso pegar um taxi?

Enjoy your trip! – Aproveite sua viagem!

 

Sessão #meninaviajei responde:

Taxi vs Cab – A palavra “taxi” e a palavra “cab” são sinônimos e significam “taxi.” Hoje em dia, entretanto, aqui nos Estados Unidos, é mais comum pegar um Uber. E assim como os falantes de língua inglesa transformaram o substantivo próprio “Google” em um verbo – e saem por aí dizendo “Why don’t you google it!?” (Por que você não “googla” isso!?/ Por que você não “procura” no Google!?) – eles também fizeram isso com o substantivo próprio “Uber” e , por isso, é muito comum ouvirmos Americanos dizendo “I’m going to uber home” (eu vou “uberar” para casa/ eu vou para casa de uber) ou “I’m ubering” (Vou “uberar”/ vou de uber).

Emergency Exit Seating – Esses são os assentos localizados nas saídas de emergência. A vantagem de sentar nesses assentos é o conforto extra oferecido pelo “extra leg room” (espaço maior entre a sua poltrona e a da frente). Mas como todo privilégio vem com uma responsabilidade, embora não seja agradável pensar no pior, por questões de segurança em caso de emergência (avião cair), em todos os vôos os comissários irão perguntar se as pessoas sentadas nas “exit rows” atendem aos seguintes requisitos:

  • Passenger must be able to comprehend instructions for operating the emergency exit including locating and operating a window exit or exit door and directing others to the exit

*Passageiro (a) deve estar apto (a) a compreender as instruções de operação da saída de emergência, incluindo localizar e operar a janela e a porta de saída e orientar outros passageiros a saírem da aeronave

  • Passenger must not be under 15 years of age

*Passageiro (a) deve ter mais de 15 anos de idade

  • Passenger must not have a condition or responsibility, such as caring for small children that might prevent them from performing the applicable exit row functions

*Passageiro (a) não deve ter nenhuma “condição” física (e/ou mental) ou responsabilidade, como ter que cuidar de crianças pequenas, que poderiam imperdir-lhe de executar qualquer umas das funções da saída de emergência

  • Passenger must be physically able to open an exit door and to lift and stow a 31-52 pound window exit

*Passageiro (a) deve estar apto (a) à abrir a porta do avião e manusear a janela de saída que pesa de 14 a 24 kg

  • Passenger must not require the use of a seat belt extension (this limitation is intended to preclude the hazard of entanglement with the additional length of the extension by those passengers attempting to expeditiously exit the aircraft)

*Passageiro (a) não deve necessitar uma extensão do cinto de segurança (essa limitação é para evitar o perigo de enroscar com o sinto regular e atrapalhar a saída de outros passageiros que também estão tentando sair da aeronave rapidamente)

  • Passenger must be able to quickly activate the evacuation slide and help others off of it

*Passageiro (a) deve estar apto a ativar rapidamente a rampa inflável de evacução e ajudar outros passageiros a descerem por ela

Para mais detalhes sobre as “rules and regulations” (regras e regulamentos), clique aqui.

 

Em parceria com a Carina Fragozo, o time do @meninaviajei estará recapitulando os episódios do Survival English e respondendo às perguntas de vocês. Caso tenham outras perguntas podem mandar e-mail para meninaviajei@gmail.com e sigam o meninaviajei no Instagram para receberem os updates do meninaviajei.com e do canal no YouTube que estará dividindo os altos e baixos e as curiosidades da vida de uma estudante brasileira nos Estados Unidos e dando dicas sobre o que esperar e o que fazer quando já estiver aqui.

Survival English

Survival English #1 – Rumo à independência – Tudo sobre inglês no supermercado

IMG_3368

🇧🇷 Esse espaço é pra você que não fala inglês, mas que “could use some tips” (gostaria ou precisa de algumas dicas) de frases, vocabulário, ou expressões, para se sentir mais preparado para viajar, fazer perguntas, se sentindo mais confortável ao interagir com as pessoas em inglês.

Se você ainda não assistiu ao vídeo “Tudo sobre inglês no supermercado | Survival English #1,” não perca! E pra você que já assistiu, aqui segue uma “recap” (recapitulação), recheada de mais dicas e respostas às várias perguntas na sessão de comentários.

Uma das necessidades humanas mais básicas é se alimentar. Quando viajamos é muito comum comermos em restaurantes. Mas a menos que você tenha “a very large budget” (um orçamento bem grande), se sua “trip” (viagem) for longa, não dá para fazer todas as “meals” (refeições) fora de casa. E agora, José? E agora que nos resta ir ao supermercado, que em inglês pode ser chamado de “supermarket,” “grocery store,” or just “store.”

Outro jeito bem comum de se referir aos supermercados aqui na “Terra do tio Sam” é pelo nome da “chain” (rede) de supermercado. No Brasil, por exemplo, ao invés de dizermos que estamos indo ao supermercado, ou ao mercado, podemos dizer que vamos ao Pão de Açúcar, Carrefour, Good Bom (tem lá na minha cidade, não é zoeira), Cencosud, Extra, Angeloni, e etc. Aqui nos Estados Unidos é muito comum dizer “I’m going to Publix, Whole Foods, Walmart, Costco, Bj’s, Kroger, Fairway, Fresh Market, etc.” E todo mundo entende que você está indo ao supermercado.

Ao chegar ao supermercado, a primeira coisa que você precisa é de um “shopping cart” (carrinho) ou uma “basket” (cestinha). Até aí, “easy peasy” (tranquilinho). Mas e se eu não sei onde encontrar o que eu quero? Nesse caso, the adventure begins …

Vamos então revisar as “key sentences” (frases coringa) para interagir com qualquer “employee” (funcionário) do supermercado ou outras pessoas, como vimos com a Carina no vlog, além de algumas variações e vocabulários.

1- “Where can I find ___?” (Onde posso encontrar ___?)

  • – Rice (Arroz) – “Where can I find rice?”
  • – Beans (Feijão) – “Where can I find beans?”

2- “It’s on aisle six.” – Está no corredor seis.

Note:  Algumas “Directions” (direções) em inglês – right (direita), left (esquerda), up (pra cima), upper (superior/mais em cima), down (pra baixo), lower (inferior/mais em baixo), bottom (fundo/embaixo), entre outras.

  • – “It’s on aisle six, on the bottom left shelf” – Está no corredor seis na parte de baixo (bottom) da prateleira (shelf) esquerda (left).
  • – “It’s on aisle six on the upper right shelf” – Está no corredor seis na parte superior (upper) da prateleira (shelf) direita (right).
  • – “It’s in the middle of aisle six – Está no meio (middle) do corredor seis.

Aisle or corridor?

Em inglês também existe a palavra “corridor.” Mas “corridor” se refere a um corredor, de hotel ou de edificios, que tem portas levando você à uma sala ou quarto. Já “aisle” é utilizado para corredor de cinema, teatro, supermercado, avião, ou seja, uma passagem entre acentos, ou prateleiras, não entre paredes com portas.

3- “Sorry, we don’t carry it.” – “Infelizmente/Desculpe,” nós não trabalhamos com isso.

  • – “We don’t carry this brand.” – Não trabalhamos com essa marca.

4- “We are out of stock.” – Estamos sem estoque.

  • – “We are out.” – Estamos sem estoque/ acabou (temporariamente).
  • – “We ran out.” – Estamos sem estoque/ acabou (temporariamente).

5- “Produce” – Sessão de Hortifruti

5.1– “Onion” – Cebola
5.2– “Radishes” – Rabanetes
5.3 – “Parsley” – Salsinha
5.4– “Chives” – Cebolinha
5.5– “Cilantro” – Coentro
5.6– “Rosemary” – Alecrim
5.7– “Lettuce” – Alface
5.8– “Carrots” – Cenouras
5.9– “Beets” – Beterraba
5.10– “Zucchini” – Abobrinha

6- “Seafood” – Frutos do mar

6.1– “Fish” (Salmon, Tilapia, Mahi-Mahi, etc) – Peixes (Salmão, Tilápia, Dourado, etc)
6.2– “Shrimp” – Camarão
6.3– “Lobster” – Lagosta
6.4– “Crab” – Caranguejo

7 – “Lunch Meats”/ “Cold cuts” / “Deli” = Frios

7.1 – “Ham” – Presunto
7.2 – “Sausage” – Linguiça
7.3 – “Turkey Breast” – Peito de Peru
7.4 – “Salami” – Salami
7.5 – “Smoked Ham” – Presunto defumado

8- Fine Meats (Poultry, Beef, Pork) – Açougue (Aves, Bovino, Suíno)

8.1 – “Beef “ – Carne de Boi
8.1.1 “Beef steak” – bife de vaca
8.1.2 “Chicken steak” – Carne de frango
8.2 – “Ground beef” – Carne moída
8.3 – “Ground chicken” – Frango moído
8.4 – “Chicken thigh” – Sobre-coxa de frango; Coxa de frango é “drumsticks”

9- “Candies” – Doces – esse é o corredor de chocolate e balas entre outros doces que o supermercado venda

10- “Chips” – Salgadinhos – esse é o corredor de Cheetos, Ruffles, Doritos, Tostitos entre outros salgadinhos

11- “Nuts” – Nozes – nesse corredor você encontrará nozes, amendoim (peanuts), amêndoas (almonds), chia, entre outras sementes

12- “Laundry” – Lavanderia – esse aisle vai conter os produtos relacionados a roupa desde:

12.1 – “Laundry detergent” – Sabão em pó que, em sua maioria na verdade é líquido, e muitos têm as letras “He” estampadas no frasco que significam “high efficiency machine.” Esses devem ser utilizados para as máquinas de lavar modernas. A marca mais famosa é a Tide.
12.1 – “Softener” – Amaciante – as marcas mais famosas são a Downy e o Snuggle (que é o nosso “Comfort” no Brasil que tem aquele ursinho estampado no frasco).
12.2 – “Starch” – Goma
12.3 – “Oxi clean” e “Oxi Magic” – removedores de manchas
12.4 – “Bleach” – Água sanitária, ou “Cândida” como muita gente conhece

13- “Dish Soap” – Detergente de lavar louça – Note que aqui nos Estados Unidos é muito comum as casas terem uma “dishwasher” (máquina de lavar louças) então faz-se necessaria a compra do “dishwasher detergent” que é próprio para colocar na máquina.

14- “Dairy” – Laticínios

14.1 – “Milk” – Leite
14.1.1 – “Whole milk” – Leite integral
14.1.2 “Reduced fat” or “2%” – Semi-desnatado
14.1.3 – “Skim milk” or “Fat free” – Desnatado
14.1.4 – “Lactose-free milk” – Leite sem lactose
14.1.5 – “Soy milk” – Leite de soja
14.1.6 “Almond milk” – Leite de amendoa
14.1.7 – “Coconut milk” – Leite de coco
14.2 – “Yogurt” – Iogurte
14.3 – “Cream cheese” – Cream cheese haha
14.4 – “Butter” – Manteiga

15- “Bread “- Pão

15.1 – “Whole wheat bread” – Pão Integral
15.2 – “Rye” – Pão de centeio
15.3 – “Pumpernickle” – Pão de centeio integral
15.4 – “Challa” – Pão judeu
15.5 – “Brioche” – Pão delicioso haha
15.6 – “Buns” – Pão de hamburger ou cachorro quente

16- “Soft drinks” or “Beverages” – Bebeidas não alcoólicas

16.1 – “Sparkling water” – Água com gás
16.2 – “Juice” – Suco –  Este também podem ser encontrado na sessão de “produce” já refrigerado
16.3 – “Iced tea” – Chá gelado
16.4 – “Soda” – Refrigerante
16.5 – “Energy drinks” – Energéticos (Red Bull, por exemplo)

17- “Beer” and “Wine” – Cerveja e Vinho – Note que cerveja e vinho podem ser vendidos dentro do mercado, ou às vezes numa parte separada da loja chamada de “Liquors” ou “Spirits.” Mas outras bebidas alcoólicas (vodka, whiskey, absinto, etc) são normalmente vendidas na parte separada ou em lojas especializadas em venda de bebidas alcoólicas como a Total Wines ou a ABC Fine Wine & Spirits.

Assim que você encontrar tudo que precisa chega a hora de passar pelo caixa. Esse processo é chamado de “Check out.” O que esperar? Como a Carina apontou no vídeo, sua interação com o “cashier” (caixa) provavelmente será algo assim:

Cashier – Did you find everything ok? (encontrou tudo o que precisava?)

Você – Yes, sure. Thank you. (Sim, claro. Obrigado) ou “Yes, everything was ok” (Sim, tudo foi ok)

Cashier – How would you like to pay? (Como gostaria de pagar) ou se não – “Debit or credit?” (Débito ou crédito – se referindo à como você pagará – se com cartão de débito ou crédito)

Você – With a credit card (ou apenas diga “credit”) ou se for pagar em dinheiro diga “Cash”

Cashier – Please sign here (por favor assine aqui – lembrando que às vezes a assinatura só é solicitada se a compra foi maior de uma certa quantidade, por exemplo $50) ou  – Can I have your signature? (Posso obter sua assinatura?)

Cashier – Would you like a bag?” (gostaria de uma sacola?)

Você – “Yes, please” (Sim, por favor) ou “No, thank you.” (Não, obrigada).

Fun Fact: Note que o diálogo sobre você querer ou não a sacola somente ocorrerá em lojas que cobrem pela sacola (na média dez centavos por sacola), em mercados que não cobram eles vão simplesmente colocar suas compras na sacolinha como ocorre na maioria dos supermercados do Brasil. A cobrança de sacolinhas é muito comum na Califórnia, mas uma prática incomum na Flórida, por exemplo.

Sessão #meninaviajei responde:

Sobre o checkout – Outra opção de check out é o “Self-checkout,” isto é, você mesmo escaneia suas compras em um caixa com tela “touch” e vai seguindo as instruções dadas a você pela máquina. Se algo não der certo (passou algo errado ou desistiu de comprar algo já escaneado), sempre tem algum funcionário por perto para te ajudar.

Sobre quem coloca as compra nas sacola – isso será feito pelo próprio caixa, por um assistente do caixa, ou por você mesmo.

Sobre o leite condensado e o creme de leite – leite condensado é “condensed milk” e creme de leite pode ser encontrado como “creme de leite” mesmo ou “table cream” normalmente no aisle de “Syrups,” onde você também encontra cobertura de chocolate, Nesquick, e etc.

Sobre Fat free milk vs Skim milk – Os dois são considerados leite desnatado. A diferença é que o “Fat free” tem de 0.1% a 0% de gordura presente no leite e o “Skim milk” tem de 0.5% a 0.1% de gordura presente no leite.

Sobre “Mashed potatoes” – é o purê de batatas.

Em parceria com a Carina Fragozo, o time do @meninaviajei estará recapitulando os episódios do Survival English e respondendo às perguntas de vocês. Caso tenham outras perguntas podem mandar e-mail para meninaviajei@gmail.com e sigam o meninaviajei no Instagram para receberem os updates do meninaviajei.com e do canal no YouTube que estará dividindo os altos e baixos e as curiosidades da vida de uma estudante brasileira nos Estados Unidos e dando dicas sobre o que esperar e o que fazer quando já estiver aqui.